Mensagem

hug

Eu sou uma pessoa de muita fé. Fé, da maneira como eu concebo, é um otimismo sem base na realidade, é acreditar que as coisas seguem uma direção melhor mesmo que nada na realidade indique que existe essa direção. Que das coisas ruins tiramos lições. Mas isso sou eu, para mim, algo muito pessoal. Há dias tenho tentado escrever para uma amiga. Ela dança, nada, é linda, tem um filho adolescente, é poucos anos mais velha do que eu e o câncer voltou. (Que semanas, amigos, que semanas) Até agora fui incapaz de escrever a ela palavras de apoio, nem duas linhas. Falar de Deus, de lições, ter fé, tudo me parece tão vazio. Lembrei de uma história sobre Gandhi, quando lhe pediram para intervir com alguém que comia muito doce e estava com diabetes, que Gandhi lhe pedisse para parar. Ele levou dias sem falar com a pessoa, e acharam que era insensibilidade. Depois de semanas ele explicou: antes, não podia pedir, porque ele mesmo não havia conseguido.

Anúncios