Grande passo

pizzaria italia

De um lado dizemos que não dá pra prever a história, que as tentativas sempre erraram. Às vezes, é a tentativa que a altera. Talvez o próprio Marx tenha impossibilitado – ou atrasado – que a classe operária tome os meios de produção, porque seus insights sobre o capitalismo foram lidos pelos dois lados, e de certa forma foram usados para fortalecer o próprio capitalismo. Podemos também dizer que Hitler poderia ter ganhado a guerra, caso não tivesse tentado invadir a Rússia, e por aí vai. Alguns dias e algumas decisões são mais importantes do que outras.

“O que eu faço agora?”, eu pensei. Tive a sensação teatral de que um dia é possível perguntarem do dia de hoje no futuro. O único presente que me ocorreu de me dar foi ir até a pizzaria Itália e comer duas fatias das tradicionais pizzas de muzarela deles. A pizza que como desde criança, que minha mãe come desde criança, que meu irmão mais velho come sem parar quando vem para Curitiba. Enquanto escrevo isso, lembrei de um amigo que contou que levou a mulher para a maternidade porque a bolsa havia estourado, ficou numa sala de espera e depois a enfermeira disse que havia nascido. Que foi estranho. Nenhum close, papel picado, música, pessoas se abraçando em lágrimas. Os grandes passos tem precisado de um diretor de vida melhor.

Anúncios

Blogs e pizzas

“Ih, olha lá, mais uma!”. Cada vez que eu vejo abrir uma nova pizzaria, imagino que existe um insensato por detrás dela. Insensato sim, porque não precisa ser analista de mercado pra perceber que cada bairro de Curitiba já tem um monte delas. E o fato desse sujeito ter moto e fazer uma boa pizza não quer dizer que ele vai conseguir viver de pizzas. Se fazer pizza gostosa é fácil pra ele, é fácil pra muitos outros maiores e melhores do que ele.

Assim também é o mundo dos blogs. Às vezes eu tenho a impressão de que todo mundo que tem twitter tem blog. É só passear pelos perfis que você descobre um número infinito de blogs, a maioria deles muito ruins. Não sei dizer quantos mereceram apenas uma visita. Ou quantos eram até bons, mas a data da última postagem era tão antiga que aquilo cheirava a projeto fracassado. Espantosa também a quantidade de blogs ruins com Adsense e afins. Como se blog fosse uma maneira de ganhar dinheiro fácil .

Assim como pizza, é fácil fazer blog. O difícil é ter um conteúdo interessante o suficiente pra se destacar. Gostar de um assunto, por si só, não torna ninguém um bom escritor sobre ele. Um bom exemplo disso é a quantidade de blogs que existem sobre livros – nem todo leitor tem algo a dizer sobre os livros que lê. Outra coisa que parece simples mas não é: ser crítico do cotidiano. Andar pela cidade e dizer as impressões que ela passa, criticar as políticas públicas, opinar sobre o que rola nos jornais… muita gente já faz isso muito bem e com autoridade. Por que eu me interessaria em ler o que um adolescente qualquer tem a dizer sobre a educação quando eu posso consultar o Gilberto Dimenstein? Só vou no adolescente se ele me disser algo inédito, impensado.

É isso o que eu penso como consumidora. Pra saber como fazer do seu blog um sucesso ou para viver disso, melhor consultar alguém que realmente entende do assunto. Porque este aqui, como dá pra notar, não me rende nada além de amigos. 😉

Estou morrendo de saudades, me liga vai…

Lembra dos tempos em que me ligava e rapidinho eu aparecia em sua casa para saciar aquela sua vontade? Ainda lembro dos dias em que me pegava fervendo com seus olhos de desejo e logo podia sentir seus lábios e dentes me mordendo toda.

Bom vou te dar mais uma chance. Ligue para qualquer uma das minhas casas: Champagnat é 3339-0003 e no Ecoville é 3373-3535. Escolha o endereço mais próximo e ligue já, estou morrendo de saudades. Tenho pressa em saborear aqueles momentos inesquecíveis.

Assinado: Pizzaria Originalle.

Esse papel apareceu na minha caixa de correio. Realmente, bastante original.