Por todos os poros

bitch you ok

Comentei por alto que deixei de tomar refrigerante. A decisão era apenas o refrigerante, mas sem querer entrei de dieta também. Eu tomava junto com as refeições e cortei qualquer bebida, porque na realidade o ideal é não beber quando se come. Como resultado, minha fome diminuiu. Também estou fazendo uma limpa profunda em casa, com direito até a me desfazer das últimas esculturas, mexer em coisas que estão aqui desde a época que me mudei. Também tomei umas decisões, tudo meio amarrado ainda, mas só de decidir já passei dias terríveis. Sabe quando você tem até sonhos terríveis? No da noite passada a minha mãe me dizia que eu devia ir embora, que na natação todo mundo me detesta, aí eu chegava perto das pessoas e todos me detestavam mesmo. Enfim, chegou um ponto que eu já não sei o que é falta de açúcar, crise dos quarenta, energias mexidas, governo bosta, medos justificáveis. Só sei que está duríssimo e já nem tento entender o motivo das lágrimas quando elas vêm.