Os ninhos

ninho de pássaro

Era um horário de pouco movimento. Eu me sentei cheia de sacolas de supermercado num banco duplo preferencial, que ficava em frente à porta. Quando paramos no terminal, a senhora que tinha do meu lado saiu e uma mulher com seus cinquenta se sentou no lugar dela. Percebi que ela começou a mexer no celular e me ajeitei, abracei as sacolas no colo e fiquei olhando pela janela. Depois de algum tempo, senti o braço da mulher bater no meu. Virei instintivamente, mas meu pensamento foi o de que ela devia ter encostado em mim sem querer, tentado rolar uma tela ou tirado o casaco. Não tinha sido por querer, ela realmente havia me cutucado.

Olha isso aqui!

Era uma postagem no Facebook, várias fotos de ninhos.

-Olha que interessante, os passarinhos construíram vários ninhos, um em cima do outro.

-Ah, não é sempre foto do mesmo?

-Não, olha aqui. Esse é um, o outro é do galho de cima e outro galho mais pra cima.

-Um condomínio de ninhos!

-Sim! Eles construíram todos juntinhos, por cima um do outro. Olha só, é um pinheiro.

-Vai ver que são da mesma família.

-Devem ser. Queriam ficar juntos.

-É mais prático. Um pode aparecer no ninho do outro e falar: você tem uma minhoca pra me emprestar?

Eu pedi licença porque já ia descer. De pé, me despedi dela, que olhava para a tela do celular e ria baixinho: “minhoca”.