Tem dica?

verduras

Uma das melhores coisas que eu aprendi foi fazer compras no caminhão de verduras. Além de ir muito à favor de um ideal que eu tenho de sempre apoiar os pequenos, estou me tornando mais saudável na minha alimentação. E a assessoria do Ricardo é outro diferencial, ele entende tudo do que vende. Aprendi a perguntar “tem dica?” antes de decidir algumas escolhas e ele me responde, sempre com algum pudor: na verdade, tem sim.

  • Côco verde: melhor os de circunferência mais perfeita, não os muito compridos ou largos. Sentir o peso do côco. Alguns tentam ouvir o som, mas se você ouve a água lá dentro ela já está começando a ser absorvida pela parte comestível.
  • Maracujá: já no maracujá é o contrário, você deve ouvir o barulho das sementes lá dentro. E sentir o peso. Se chacoalha muito, tem pouca semente dentro. Tem que fazer um barulho mais robusto.
  • Mandioca: melhor colhida em mês sem R. O ideal é consumir em poucos dias. Duas maneiras de preservar: descasca e congela, dura indefinidamente. Ou descasca e deixa na água. Aumenta em mais alguns dias, mas a água precisa ser trocada e vai perdendo os nutrientes aos poucos.
  • Mel: o mel realmente puro vai descendo e ficando empedrado com o tempo. Se não acontece isso, é porque está aguado. Pra deixar mole de novo, colocar em banho maria.
  • Brócolis: para preservar, primeiro dá um susto na água quente, logo depois coloca na água fria. A água quente vai pré-cozer de leve e matar os bichinhos. Depois separa as arvorezinhas e guarda na geladeira.

Isso sem falar no olho clínico na hora de me ajudar a comprar o melhor abacaxi ou abacate. E agora também estou comendo a batata Yacon, há tempos eu procurava uma solução natural pra colesterol alto que fosse possível comer sem fazer careta. Em Curitiba tem muitas feiras livres, elas estão em todos os bairros, assim como tem feira de orgânico no Passeio Público de manhã. Eu antes não ia até por não saber fazer nada; aos poucos, o Ricardo tem me ajudado a experimentar novos sabores. É um horti-fruti com guia, recomendo muito a outros incompetentes culinários.

Anúncios