Acalme a sua mente

shiva meditating

Astrologia védica como o próprio nome diz é védica, vem de Vedas, os textos sagrados do hinduísmo. Ir da astrologia ocidental pra védica é como aqueles joguinhos que tem níveis de dificuldade – a ocidental é a baby e a védica é a super hard. Falo tudo isso sem saber, só de olhar a quantidade de gráficos e cálculos que aparecem nos vídeos. Eu vi um onde o astrólogo jurou que uma certa colocação no mapa do Al Gore dizia quando ele ia quebrar o braço. Védica, hinduísmo, taí uma crença que não tem a menor vergonha de ser encarnacionista e determinista. Sim, de acordo com eles já está tudo aí, a alma encarna sabendo tudo o que vai fazer e acontecer, ela só vem atuar. Diz que é a mesma coisa quando vemos o trailer de um filme e sabemos o que vai acontecer, sabemos quem é mocinho, bandido, como acaba, e mesmo assim pagamos ingresso e vamos até o cinema.

Então qual o sentido? Os astrólogos védicos seriam capazes de te dizer coisas tão precisas justamente para provar esse determinismo. Para mostrar que está tudo aí, e por isso está tudo bem. Que não tem como você ter se desviado porque o desvio não é possível. O grande amor – cito justo este exemplo porque estou sem saber o que falar pras amigas – vai chegar na idade e na época certa, não precisa se debater até lá e sair com todas as porcarias do Tinder. Se você crer profundamente nisso, esta crença vai acalmar a sua mente. Não sou eu que estou dizendo isso, foi o que eu vi num vídeo de astrofilosofia. O que aprendi na minha curta vida é que, quando começo a me impacientar por estar demorando demais, lembro que o bom é rápido e o ruim se arrasta – não tanto por algo intrínseco às situações e sim pela tendência a projetar no futuro a felicidade e desvalorizar o presente. Que cada época tem sua alegria e sua dor e, quando a situação muda, também muda de alegria e de dor – e nessa mudança, o futuro tão aguardado pode nos obrigar abrir mão de coisas que também eram muito legais. Nesse sentido, gostei muito do que diz a astrologia védica, embora não consiga colocar tanta fé no determinismo. Concordamos: o negócio é acalmar a mente. Luta na hora da luta, recolhimento quando não chegou a hora.

Anúncios