Uma história bem açucarada

história açucarada

Festa de quase trinta anos de formado. Há anos ela não via a turma. Um dos motivos era o marido. Talvez o motivo por detrás de todos os motivos – ela estava infeliz. Mas agora, separada, fitness, terapeutizada, realizada, ela achou que seria uma boa ideia. Encontrou os amigos, as amigas, o cara com quem ela se pegava de vez em quando sem nunca passar dos limites, porque era virgem. Foi divertido. Quando voltou para casa, muitas solicitações de amizade dos antigos colegas. Dentre eles, o tal que ela se pegava. Adicionou e começou a conversar. Foi tão na inocência que nem se deu ao trabalho de fuxicar, senão teria percebido de imediato que ele era casado e a conversa não teria seguido adiante. Mas não viu e acabaram se falando, se encantando, um terminava as frases do outro, desencontros pela vida afora, aquela coisa. Ele casado, mas já tinha tentado se separar, eu e ela nem nos vemos mais, o papo de sempre de homem casado que quer comer. Ou será que não? Em menos de um mês, pediu divórcio e estão muito felizes.

Anúncios