Aceite conselhos

Faça o que quiser sobre o uso de filtro solar, mas não deixe de ouvir conselhos. A primeira vez que eu percebi que tem quem tenha problemas em ouvir o que os outros falam foi na minha fase de escultora, no atelier. Era um atelier aberto, meio escola, meio livre. O coordenador do atelier, digamos assim, era um escultor muito experiente. Ele estava lá para nos atender, lidar com as nossas dúvidas, mas também podia ser completamente ignorado por quem quisesse apenas utilizar o espaço. Foi lá que eu vi, muitas e muitas vezes, pessoas que haviam chegado ontem, com pouca ou quase nenhuma experiência em esculpir, decidirem ignorar conselhos. Essas pessoas ignoravam desde dicas simples de como fazer a experiências de vida e coisas que os anos de profissão haviam ensinado. Aquilo me deixou meio chocada, especialmente porque quando as coisas davam errado, ainda havia a possibilidade da desculpa – errei porque ninguém me ensinou! Eu via que para elas era muito difícil aprender, que ouvir os outros as feria em seu orgulho, como se ouvir conselhos fosse o mesmo que abdicar de sua individualidade. Nem preciso dizer que se faziam isso com o super escultor, o que dirá ouvir conselhos de pessoas mais novas com experiência, como era o meu caso.

 

Tenho muitos defeitos e sou perigosamente teimosa e orgulhosa, uma bela combinação para se ferrar na vida com escolhas erradas. Se economizei alguns ossos quebrados foi porque, pelo menos, sei ouvir conselhos. Ouvir conselhos não é abdicar da sua individualidade e nem chega a ser fazer tudo o que os outros nos disseram pra fazer. Ouvir conselhos é levar em conta, com tanta atenção e cuidado como aquilo que nós mesmos já havíamos pensado ou percebido. Há ocasiões na vida que percebemos muito pouco ou percebemos mal, o que não tem a ver com caráter ou inteligência. A inexperiência costuma ser péssima conselheira. Sobre assuntos do coração, amores e afins, deveria haver até permissão de bloquear juridicamente, de tanta cegueira e más decisões que se toma. Outra coisa importante é saber que ouvir não é o mesmo fazer de guru, não é acatar tudo, não é pra todos os setores. Eu ouvia muito o que o escultor experiente me dizia sobre escultura, mas só sobre escultura. Talvez a parte difícil dos conselhos seja essa: arranjar alguém confiável e saber no que a pessoa é confiável. Nem todos os conselhos são isentos, nem todos os conselhos merecem ser ouvidos. Mas uma vez que surge uma pérola dessas – um bom conselho, totalmente oportuno e vindo de alguém com know-how– não perca. Com ou sem filtro solar.
Anúncios