O futuro do pretérito

Ah, vocês sabem o que eu fiz da minha vida. Corri atrás de sonhos sem futuro, mudei mais de profissão do que muitos mudam de corte de cabelo. Me recusei a ser mãe. Me tornei uma pessoa capaz de dar pitacos em um monte de assuntos, que olha o Davi de Michelangelo e acha que ele errou o tamanho das pernas porque esculpir em grandes dimensões é difícil e que fala de Cisne Negro do ponto de vista de quem fez ballet, embora o tenha feito na idade errada. Convivi com adolescentes de uniforme que vêem Crepúsculo na mesma época que jurava que estaria dando aula, como uma mestre. Aproveitei a estabilidade do meu casamento e vivi muitas vidas em uma, eu sei. A mulher ambiciosa, que pensava a longo prazo e queria uma carreira nunca mais deu as caras depois de terminar a (primeira) faculdade. O que teria acontecido se eu tivesse sido normal, se tivesse esperado ao invés de ir mudando cada vez que os ventos me mostravam outros destinos?

Ano passado foi reunião de dez anos de formatura. Fiz questão de fingir que não soube, que não encontrei o grupo no yahoo, que não vi várias pessoas citando meu nome e jurando (!?) que não conseguem me localizar (sério, uma dessas pessoas é praticamente minha vizinha), que esqueci da data e local que uma das organizadoras me passou no ônibus. Não apenas lembrei como me dei ao trabalho de stalkear. Além do momento horror de ver o quanto as pessoas embarangaram, uma coisa leva à outra e acabei descobrindo o que elas fizeram da vida. Algumas pessoas constituiram família, outras viraram funcionárias públicas, umas tantas seguiram a carreira acadêmica. Ninguém foi pra ONU, ninguém ficou famoso, ninguém criou o Facebook. Dez anos se passaram e a vida só deixou todo mundo mais feio. Cadê o futuro brilhante – o meu, o deles? Não fui muito longe, e parece que se tivesse me esforçado em virar uma pessoa séria também não iria. Porque ninguém que eu conheço foi. O mundo igualou a todos; não fez a menor justiça aos gênios e não puniu os medíocres. Tem alguma coisa meio errada por aí…