Adeus

Fica parecendo que a iniciativa do adeus é de quem foi embora. Nem sempre, porque ir embora é o fim de um processo. Às vezes o outro quer que a gente vá, mas por algum motivo – dinheiro, culhões, imagem – não o faz. Então manda mensagens, manifesta seu desagrado diariamente com picuinhas. O outro tem uma sensação estranha, percebe uma coisa aqui e outra ali. Primeiro, acha que foi um dia ruim, que é uma interpretação maldosa, que foi coincidência. E vai levando, ignorando e relevando muita coisa. Até que um acontecimento sem importância une todas as peças, e a verdade cai no colo como uma fruta podre. Não dá mais pra fugir de uma decisão.

Sim, dá pra ser político à espera de algo melhor. Alguns decidem ficar só pra provar o seu valor, pra reverter o jogo e aí sim ir embora. O que não deixa de ser uma maneira de reconhecer o fim sem dizer adeus. Ficar quando tudo conspira para que você saia, é entrar numa queda de braço sem se divertir. Será que não é mais saudável colocar um The End antes dos silêncios se tornarem mais freqüentes e constrangedores? Melhor partir; antes das relações começarem a azedar, antes dos danos na auto-estima se tornarem irrecuperáveis, verdadeiros traumas. É um direito dos mais sagrados o de dizer adeus, porque não é pra tudo na vida que a gente pode dar as costas.

Adeus, ballet.

Anúncios

4 comentários sobre “Adeus

  1. Gata, só eu sei como é difícil largar a dança. Eu o fiz há 12 anos atrás, pendurei as sapatilhas de ponta e escondi o tutu no fundo do maleiro e desde então não consigo assistir a nenhum espetáculo de dança. Quando deixei tudo, a princípio não deixei completamente, parei para ter minha filha, mas na volta,percebi que não pertencia mais à companhia de dança, que eu não acompanhava mais o ritmo.

    Ah, e os olhares porque eu engordei durante a gravidez…Pior, quando eu voltei eu ainda estava amamentando, seios enormes e o resto dos colegas de cia me olhando torto. Enfim, doeu, mas eu também disse tchau. Todo dia me prometo voltar, todo dia, mesmo que seja só para fazer aulas duas vezes por semana. Mas a mágoa que ficou foi tanta, que se voltasse, nunca mais voltaria para o clássico.

    Sei como sua decisão foi difícil, mas vai dar tudo certo de agora em diante, é mais fácil andar para frente quando pessoas que não nos querem bem ficam para trás.

    Sucesso!

    Curtir

  2. PQP……………….sei muito bem o que é dizer adeus ao ballet……………………………….PQP2, como me arrependo de dito adeus ao ballet……………………parei aos 33anos e voltei na ponta aos 43………………..sofri pra “caraléo” e hj estou muuuuito melhor, feliz, realizada. Enfrentei olhares, buxixos das mães de minhas proprias colegas de sala.

    Pense direito, vc é muito jovem ainda…………..tem todos os colagenos e elastinas do corpo pra te ajudar…………………por favor, não faça isso.

    Hj aos 45 anos me supero a cada aula que faço, e na ponta moça, acredita???

    Ai, ai, ai……………..se a vida (pessoas) te virarem as costas passe a mão na bunda delas………..li isso em algum lugar e gostei.

    P.S.: vc já leu meus primeiros posts do meu blog?

    Então leia. Te gosto.

    Curtir

Os comentários estão desativados.