Instante

É mágico: num instante que pode durar horas ou anos, pessoas completamente afins se encontram. Nesse momento perfeito, se produz algo belo, fascinante, criativo, divertido e tudo mais que se proponha. Como nada foi feito para durar, se o destino não os separa o tempo se encarrega disso. Picuinhas começam a aparecer e o que era brilhante fica cada vez mais fosco. Mesmo assim, quem estava lá sempre será associado a uma fase bonita. Ficamos abertos e nos apegamos de maneira que em outras circunstâncias jamais aconteceria.

Instantes assim não podem ser recriados. Você pode pegar as mesmas pessoas e tentar fazer igual, que não será. (Isso me lembra uma frase de Marx: A história se repete, a primeira vez como tragédia e a segunda como farsa) A única coisa a se fazer é amar essas lembranças e estar aberto para viver outras experiências.

(Homenagem aos dias insanos e felizes que um dia vivi no Orkut)

Anúncios

10 comentários sobre “Instante

  1. Hoje em dia entro no Orkut e, francamente, não consigo mais entender como eu era viciado naquilo, a ponto de passar um dia inteiro lá dentro, ficar inquieto se não conseguisse entrar ao menos uma vez por dia.

    Não sei se as pessoas mudaram, se o “playground” atraiu ainda mais crianças – menores e maiores de 18 anos – ou se envelheci, perdi o entusiasmo, a magia de ali escrever.

    Mas não posso negar, foi bom mesmo. Tal qual a surrada frase: “Foi bom enquanto durou”.

    Curtir

Os comentários estão desativados.